pesquisa traça perfil dos comunicadores
Assessoria de Imprensa Jornalismo

Pesquisa traça o perfil dos comunicadores e elenca oportunidades

No mês dos jornalistas, a ETALENT (empresa de tecnologia especializada na gestão do comportamento), em parceria com o Grupo Comunique-se (conjunto de empresas com soluções tecnológicas para comunicação), ao qual o DINO faz parte, lançaram os resultados de sua pesquisa “Talento Brasileiro da Comunicação”.

O estudo, que traça o perfil comportamental dos comunicadores brasileiros, foi divulgado no Dia do Jornalista (7 de abril), durante webinar realizado pelo Grupo Comunique-se e ETALENT. O evento online contou com mais de 2 mil espectadores. Caso não tenha conseguido assistir, confira no vídeo abaixo:

Resumo da pesquisa sobre o perfil dos comunicadores brasileiros

Para a realização do estudo foi utilizada a metodologia DISC, que consiste em organizar o comportamento de um profissional em quatro blocos: dominante, influente, estável e conforme. Durante a pesquisa foram entrevistados mais de 1,8 mil profissionais de comunicação.

Área de atuação dos pesquisados

Entre os entrevistados 34% declararam trabalhar com jornalismo, 27% com comunicação e marketing, e 25% exclusivamente com comunicação. Em menor proporção, 10% afirmaram trabalhar com marketing, 2% com publicidade e propaganda, e 1% com radialismo.

Os talentos predominantes nos comunicadores

A maior parte dos entrevistados (10,29%) foi identificada com o talento de observador. Na sequência, surgem os talentos de facilitador (9,91%) e orientador (6,28%).

Oportunidades e ameaças para profissionais da área

A essência dos comunicadores brasileiros é a observação. Buscam no passado a compreensão para o que acontece no presente. Assim, conseguem ter mais segurança ao lidarem com situações, sentindo-se orientados para tomar decisões melhores. Tendem a se tornarem melhores parceiros, porque entendem as pessoas. Também são mais sábios em relação ao futuro. A partir disso podem ajudar os outros a entenderem onde estão e para onde querem ir. Isso funciona com relação a administração, aconselhamento, negociação, consultorias e, certamente, à comunicação.

Enquanto isso, pensando no ambiente macroeconômico, a falta de perfis verificadores e visionários encontrada na pesquisa pode representar uma ameaça para o desenvolvimento econômico do país, tendo em vista que estes são os profissionais com visão de futuro, que delegam ações.

Por outro lado, a escassez desses perfis cria uma imensa janela de oportunidades para as pessoas com esses talentos, pois, seguindo o princípio da oferta x demanda, tornam-se profissionais ainda mais procurados e bem-remunerados.

O levantamento traz, ainda, informações sobre:

  • Distribuição geográfica;
  • Situação ocupacional;
  • Equidade de gêneros entre os níveis de talentos;
  • Faixa salarial;
  • Faixa etária;
  • Características do comunicador-empreendedor.

A pesquisa completa está disponível gratuitamente para download neste link.

Conclusão

A ETALENT e o Grupo Comunique-se lançaram os resultados de sua pesquisa “Talento Brasileiro da Comunicação”. O estudo que traçou o perfil dos comunicadores tem contribuição fundamental para a melhoria dos serviços prestados por estes profissionais e também ajuda a todas as áreas do mercado a terem uma visão mais “clínica” e técnica deste nicho, com dados, estatísticas e números relevantes.

Mais posts