Marketing

Reapresentando: o e-mail marketing

Com ferramentas de e-mail cada vez mais sofisticadas disponíveis no mercado, ficou mais fácil não só enviar e-mails, mas também monitorar o grau de sucesso em cada disparo ou campanha.  Porém, com a facilidade e o imediatismo das redes sociais, cada vez mais o e-mail marketing tem ficado de lado ou sendo posto em segundo plano. Empresas que fazem isso comentem um grave erro.

Enquanto o conteúdo do e-mail marketing é enviado para toda a sua lista de mailing, o conteúdo postado no Facebook, por exemplo, não atinge a todos os seguidores que curtiram a fanpage. Existe um filtro no Facebook, o edge rank, que é responsável por limitar a exposição das publicações aos usuários. Em média, apenas 12% dos seguidores recebem a atualização das páginas que curtem em suas News Feed.

Uma forma eficiente de driblar essa deficiência na comunicação é o uso do e-mail marketing, porém algumas boas práticas devem ser seguidas na hora do envio. Evite os erros mais comuns, tais como:

  • Não faça Spam, não envie e-mail para pessoas que não autorizaram.
  • Não mande e-mail para clientes e jornalistas, que não são de interesse da pessoa.
  • Não envie mensagens sem relevância, fale apenas quando tiver algo importante a dizer para o cliente.
  • Não use títulos enganosos no campo de assunto.
  • Não compre listas de mailing, cultive seus contatos de forma orgânica.

 As ferramentas para envio de e-mail marketing atualmente, possuem várias funcionalidades para facilitar o trabalho do profissional de comunicação e para auxiliar na mensuração do sucesso de cada campanha.  Funcionalidades como a criação de layouts, agendamento do disparo, monitoramento do envio e relatório de leitura são comum as várias ferramentas mais conhecidas e utilizadas hoje, como o Mailchimp, a Aweber, o LocaWeb, o Uol Host e o EasyMailling.

Quer saber mais sobre Marketing Digital? Baixe grátis o ebook “Introdução ao Marketing de Conteúdo” e atraia mais clientes!

Recomendadas


Top