1
Assessoria de Imprensa Empreendedorismo

Quais são os elementos básicos para se empreender em assessoria de imprensa?

O ramo de assessoria de imprensa é um dos mais multifacetados dentro da Comunicação Social. São muitas as atividades que podem desenvolver e os nichos de mercado para os quais podem prestar serviço. Produção de releases, media training, clippagem, follow-up de notícias, atendimento à imprensa, gestão de crise de imagem e comunicação corporativa são alguns dos exemplos de trabalhos desenvolvidos pelos assessores. Neste post você confere quais são os elementos básicos para se empreender em assessoria de imprensa e um segredo para começar com o pé direito.

 

O trabalho das assessorais de imprensa já existe há muito tempo. Com o “boom” da internet – e cada vez mais avanços tecnológicos – a comunicação como um todo passou por mudanças significativas no intuito de trazer praticidade e melhores resultados, mas que consequentemente afetou também o mercado de trabalho; a área precisou se adaptar, e muitos profissionais – veteranos do jornalismo ou recém-formados – que se viram sem oportunidade de emprego, viram então a oportunidade de empreender. Você é um deles?

Confira a lista com os elementos básicos e comece a trabalhar com a sua própria assessoria:

 

Escolha um segmento

Independentemente de você ser um jornalista experiente ou foca, para iniciar como assessor de imprensa, é fundamental escolher trabalhar por segmentos. São eles: arte e entretenimento, empresarial, esporte, política, religião, entre outros. Opte por aquele que você tenha maior afinidade, ou até mesmo contatos. Assim, será mais fácil conquistar o primeiro cliente.

Providencie os documentos

Para ter a sua assessoria de imprensa, você precisará correr atrás da parte legal, como se faz para abrir qualquer empresa. A empresa precisará ter registro na Receita Federal, um contrato social e registro perante a Prefeitura.

Antes de mais nada, é preciso ter planejamento, é claro. E nesse momento você já deverá ter escolhido um espaço para trabalhar, que pode ser em casa (home office) um escritório tradicional, ou até mesmo um escritório compartilhado. Este endereço deverá constar na Prefeitura da cidade, e servirá para fins de registro e de correspondência.

Em caso de dúvida, conte com o trabalho de um contador. Ele poderá esclarecer dúvidas sobre MEI ou SIMPLES, por exemplo.

Considere começar como home office

Empreender é um grande desafio até mesmo para um profissional de longa carreira. Desse modo, se você é um jornalista recém-formado em busca de um caminho no mercado, considere trabalhar em home office.

Empreender, em qualquer segmento não é nada fácil, e muito mais em comunicação. O empreendimento demandará investimento, e este levará tempo para dar retorno, o que exigirá todo o cuidado e paciência.

Começar como home office poderá ser muito mais tranquilo financeiramente, até que você esteja preparado para dar o próximo passo.

Considere trabalhar em um escritório compartilhado

É fato que a economia colaborativa está revolucionando o mercado, o que deixa para trás conceitos antiquados e amplia as possibilidades em todos segmentos, inclusive para trabalhar em escritório.

Antigamente, era necessário não apenas alugar uma sala comercial, mas arcar com uma série de outras responsabilidades e custos. Hoje, um escritório compartilhado é uma alternativa para você que não deseja trabalhar home office, e que está em busca de alternativas que mesclam economia e qualidade. Em um espaço assim, por um preço muito acessível é possível contar com uma infraestrutura que inclui acesso à internet, salas de reunião, mesas individuais ou coletivas e, principalmente, network.

Segredo

Assessores de imprensa estão cada vez mais motivados a buscar por ferramentas e recursos que otimizem os resultados. E o DINO tem proporcionado e indicado o caminho ideal para seus clientes alcançarem outros resultados positivos.

O DINO – Divulgador de Notícias Online é uma plataforma que ajuda o assessor de imprensa a ampliar seus contatos e estreitar a comunicação com importantes veículos de informação e jornalistas. A plataforma distribui seu release para mais de 25 mil jornalistas e mais de quarenta sites, entre portais, blogs e agências de grande relevância, que estão prontos para receber bons conteúdos. Estes sites divulgam instantaneamente o conteúdo enviado de acordo com o segmento ou editoria da área de interesse do negócio.

Os releases divulgados podem se transformar espontaneamente em matérias e reportagens, o que difunde o nome do assessor e de seu cliente ou empresa, o que confere credibilidade e confiança, além de aumentar o alcance da marca. Com o DINO, o conteúdo das assessorias de imprensa é publicado já como notícia, e não como release; o conteúdo também fica disponível em ferramentas de buscas e redes sociais, e o assessor também pode divulgar materiais multimídias como mp3, vídeos e imagens.

Agora você já conhece os elementos básicos para se empreender em assessoria de imprensa, clique aqui e “Saiba quanto cobrar pelos serviços de assessoria de imprensa”.

banner-demo-fimdepost

Recomendadas


Top