newsdino - Blog | DINO - Divulgador de Notícias
home »

Santander promove ações de orientação gratuitas na Semana Nacional de Educação Financeira

Práticas vão desde a estruturação de planilhas de organização pessoal até o planejamento estratégico para empreendedores, passando por dicas de investimentos

Tiago Abate, superintendente do Prospera Santander Microcrédito ( Leo Freitas/Divulgação Santander )

“Oferecer ferramentas e elementos em prol da educação financeira é uma forma de promover dignidade e cidadania”, Karine Bueno.

São Paulo, SP, 17/05/2018 –

O Santander Brasil montou uma programação especial de atividades de orientação financeira para a Semana Nacional de Educação Financeira. A iniciativa, organizada pelo Comitê Nacional de Educação Financeira (Conef), termina no próximo domingo e conta com inúmeras iniciativas que visam disseminar a educação financeira e previdenciária entre a população do País.

Os mais de 2.800 voluntários do Programa Escola Brasil, que estimula funcionários do banco a realizarem treinamentos em escolas para professores, pais e alunos, foram convidados a oferecer, de 14 a 20 de maio, uma série de atividades relacionadas a orientação financeira, geração de renda e consumo consciente. Há cursos especialmente direcionados e públicos como docentes e funcionários de escolas, que também podem atuar como multiplicadores, para mulheres e para crianças.

Informar-se sobre finanças pessoais é uma necessidade de primeira ordem para os brasileiros. Um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mediu a habilidade de estudantes de 15 anos para lidar com questões financeiras, e o Brasil ficou em último lugar entre os 15 países participantes. Mais da metade (53%) dos adolescentes ficaram abaixo do nível mínimo entre os conhecimentos financeiros avaliados.

“Oferecer ferramentas e elementos em prol da educação financeira é uma forma de promover dignidade e cidadania”, afirma a superintendente executiva de sustentabilidade do Banco Santander, Karine Bueno. “É permitir que as pessoas tenham saúde em suas finanças, possam planejar e financiar a própria formação bem como a dos filhos, pensar com cuidado e devida atenção na aposentadoria. Ou mesmo permitir um planejamento para poupar os recursos necessários para empreender. A disciplina com os ganhos estimula um ambiente econômico mais produtivo e saudável.”

A educação financeira é parte indissociável de outros negócios promovidos pelo Santander. Um exemplo é o trabalho realizado pelo Prospera Santander Microcrédito, que oferece empréstimos de valores mais baixos para quem quer dar início a um empreendimento. “Mais do que disponibilizar o crédito e outros produtos financeiros, precificados exclusivamente para esse público, o Banco oferece uma série de serviços não financeiros, como informações e cursos sobre gestão financeira, formação e desenvolvimento do negócio”, explica Tiago Abate, superintendente responsável pela área. “As iniciativas visam qualificar o microempreendedor, muitas vezes informal, para que ele seja capaz de gerir tanto suas finanças pessoais quanto as relacionadas aos seus negócios.”

Para os empreendedores com mais vivência no mundo dos negócios, o banco oferece o Programa Avançar, desenvolvido com o objetivo de ajudar os empresários a superar os principais obstáculos ao seu crescimento – que não passam, necessariamente, pela falta de recursos. Os treinamentos incluídos no programa são gratuitos e realizados em todo o País, com base em 5 pilares: Desenvolvimento; Construção de Equipes; Internacionalização; Conectividade e Aceleradores.

A orientação também é oferecida aos clientes de alta renda, ou aqueles que conseguem gerar uma renda excedente e quer fazê-la crescer. A plataforma Santander One traz vídeos explicativos com informações sobre os melhores investimentos para cada objetivo de vida e momento, além de tirar dúvidas e dar dicas exclusivas.

Para alcançar todos os bolsos e níveis de conhecimento, estão disponíveis também a ferramenta Santander Responde, que disponibiliza vídeos de orientação no YouTube e uma plataforma de perguntas e respostas no Facebook, e, na seção Espaço de Práticas do Portal de Sustentabilidade, o curso e o jogo Vida Financeira, além de vídeos e outros materiais criados para estimular o bom uso dos produtos bancários.