Assessoria de Imprensa

Emplacando seu cliente na mídia: Como alcançar as redações e emplacar suas pautas

Então você quer colocar seu cliente na manchete do jornal. Melhor não: normalmente, as manchetes são negativas, não é mesmo? Melhor emplacar na capa de uma revista: mais chance de enquadramento positivo. Não importa seu objetivo, você quer o máximo de exposição e prestígio – e seu cliente também! Conheça as melhoras dicas para alcançar as redações e fazer suas pautas “chegarem lá”.

Estude o terreno

Informação é poder. Ninguém vai para a guerra sem antes saber onde – faz toda a diferença se a tropa vai invadir uma praia ou subir a serra, não acha? A mesma coisa vale para o terreno em que você age. Você conhece bem os principais veículos de comunicação? Sabe dizer o nome de quantos editores da Veja? E de quantos colunistas da Folha? Quantos repórteres da área cultural você consegue identificar pela assinatura, e quais cobrem cinema, teatro, livros e assim por diante? Apenas um grande leitor da imprensa pode agir nela com desembaraço.

Construa relacionamentos

Um dos principais ativos do repórter é sua agenda de contatos. Adivinha só, do assessor também. Bons relacionamentos abrem muitas portas. Repórteres querem informações exclusivas, fácil acesso a fontes, trânsito em meios de prestígio. À medida em que você consegue fornecer isso a eles, pode construir relacionamentos frutíferos. Se você não tem nada disso, pode começar a construir do mesmo jeito. Ofereça uma informação ou release exclusivos para um repórter só, talvez com alguma promoção ou desconto para os leitores do veículo dele. Um passo de cada vez.

Conhece-te a ti mesmo

Ou melhor, o seu cliente. Uma das coisas que mais convence repórteres a largar uma pauta é assessor desinformado (ou que não passa confiança). Assessores não são jornalistas, mas precisam fazer jornalismo com o cliente: questioná-lo implacavelmente até esgotar o conhecimento possível. Como é o produto? Quanto custa? Qual o prazo das inscrições? Qual o público-alvo? Você precisa não apenas se abastecer de informações publicáveis, que irão para o release, mas também das impublicáveis, que vão orientar você e cliente na definição da estratégia de comunicação.

Ataque por procuração

 

O assessor Ryan Holiday (cujo livro você deveria ler imediatamente) descobriu que ninguém precisa falar com as grandes redações para emplacar nada. Basta emplacar as pautas nos blogs que os jornalistas das grandes redações lêem. E sai muito mais barato! Faça uma pesquisa e descubra o que seus jornalistas-alvo gostam de ler. Um blog de notas políticas? De fofocas? Algum especialista que resenha gadgets? Um colunista ou palpiteiro? Uma pequena notinha, mesmo em blogs não-profissionais, pode acabar virando uma bola de neve e pautando a grande imprensa, se a notícia tiver o enquadramento e o “twist” adequados.

Apele para a polêmica

Converse com seu cliente e o convença a te autorizar a criar uma polêmica ou controvérsia. Pense no caso do Chiquinho Scarpa, que anunciou que iria enterrar seu Bentley – uma bizarrice – e dias depois revelou que dera um golpe publicitário para a campanha nacional de doação de órgãos. Se você tem uma pesquisa que quer emplacar, pense em como produzir um número que provoque sensações – como “X estupros por dia”, “Y voltas ao redor da Terra”, “o dobro do orçamento do Bolsa Família” e assim por diante. Não esqueça também de apresentar algum enquadramento já mastigadinho no release, para ficar fácil para os jornalistas entenderem.

Pronto para emplacar sua pauta na grande imprensa? Não esqueça também de usar um divulgador de notícias. Converse com a gente.

Quer mais dicas para atrair a atenção dos jornalistas e emplacar notícias na mídia? Baixe grátis o ebook “O que o jornalista espera como notícia de minha Assessoria”

Recomendadas


Top