Assessoria de Imprensa

8 erros mortais que você deve evitar ao trabalhar um release

Um release é uma apresentação de uma empresa, produto ou evento. E para cumprir esse objetivo, ele deve ser completo, ou seja, deve conter todas as informações essenciais, ser objetivo, sem redundâncias no texto e com um título que resuma tudo em no máximo duas linhas. Afinal, se não for bom, o título pode ser a primeira e a última linha que alguém irá ler.

DINO preparou uma lista de erros graves na hora de escrever um release, justamente para você saber o que não fazer na hora de escrever o seu. Vamos a eles:

Erro 1: Falta de informação
Se alguém ligar para lhe pedir alguma informação sobre seu release, você o escreveu errado. Um release deve ser completo e conter todas as informações sobre o assunto tratado. Para lhe ajudar a contemplar tudo em seu release, faça um check-list antes de escrevê-lo. Enumere tudo que é importante contar e depois do release pronto confira se faltou alguma informação.

Outra técnica muito usada na redação jornalística e que pode ajudá-lo é responder às 5 perguntas: “Quem? Quando? Onde? Como? Por quê?”. Se o seu release responder claramente a todas estas perguntas ele está completo e objetivo. Então, antes de começar a escrever responda cada uma delas; ficará mais fácil escrever um ótimo release.

Erro 2: Título vazio
A função de um título é resumir em uma linha tudo que contém em seu release. Você deve responder em até duas linhas as 5 perguntas jornalísticas mostradas acima. Quanto mais informação você conseguir colocar no título, mais assertiva é sua comunicação. Afinal, o leitor não precisará ler tudo para saber do que o texto se trata.

Erro 3: Enrolação
Um pecado gravíssimo na hora de escrever um release é a falta de objetividade. Use sempre sentenças curtas e nada de repetir raciocínios com outras palavras. Você deve partir do pressuposto que a pessoa que lerá seu release não tem tempo para gastar com textos longos e desnecessários. Quanto mais objetivo você for, mais chances tem de lerem seu texto. Então, quando seu release estiver pronto, leia-o de novo e corte palavras. Com certeza há algumas que não precisam estar ali.

Erro 4: Não tem contato
Um release deve sempre conter as informações de contato da parte que o escreveu. Pode ser que não precisem falar com você, mas se alguém precisar, como entrará em contato? Sempre coloque em seus releases o e-mail, o telefone, o nome e o endereço da empresa, caso necessário. Esse tipo de informação é essencial.

Erro 5: Sem imagens
Para enriquecer seu release coloque fotos junto da informação. Se não houver imagens não tem problema, mas lembre-se que elas aumentam as chances do seu release ser bem compreendido. Então, sempre que puder, anexe fotos, os jornalistas adoram, pois isto evita perda de tempo. E se você estiver falando sobre algum produto, vale a pena encaminhar seu release com uma amostra do que você está falando. O documento ficará mais completo.

Erro 6: Falar diretamente ao leitor
“Caro, jornalista”, “conto com sua participação”. Caso o jornalista tenha recebido seu release, sabe que a ele foi endereçado por se tratar de um release, sem a necessidade de pedidos, conversas ou falas aleatórias. O release deve ter foco na comunicação e informação, com linguagem clara, direta e dados suficientes para que o jornalista entenda sobre quem é, o que se passa, quando acontecerá, onde e porque será realizado.

Erro 7: Conteúdo publicitário
As pessoas que receberão seu comunicado estão esperando conteúdo relevante que possam passar a diante e informar outras pessoas. Publicidade é a última coisa que eles desejam em suas caixas de e-mail. Não destrua seu relacionamento com o jornalista, suas mensagens futuras podem ir direto para a lixeira ou caixa de spam e a chance de conseguir emplacar suas pautas literalmente para o lixo.

Erro 8: Metralhadora de e-mails
Certo, concordamos que enviar e-mails é simples, rápido e pode gerar resultado, mas não seja um disparador compulsivo, enchendo as caixas de jornalistas e virando um “spammer”. Procure conhecer o básico sobre os jornalistas para os quais costuma enviar seus e-mails, assim chegará cada vez mais perto de conseguir publicações, atendendo às necessidades dele e evitando enviar conteúdo que pode não ser de seu interesse. Todo conteúdo é importante a um determinado grupo de pessoas, saber onde estão e quem são os interessados pelo seu material é fundamental.

Agora que você conhece os principais erros cometidos ao se produzir um release, fuja deles e produza um material de qualidade. Para saber mais sobre a ferramenta de distribuição de releases DINO, acesse, www.dino.com.br. Pra você, faltou algum erro? Compartilhe sua opinião com a gente!

Quer mais dicas para escrever sua notícia? Confira este eBook que apresenta os 10 erros mais cometidos na criação de um release, e não erre nunca mais!

Recomendadas


Top